Aprenda como conquistar qualquer mulher.

 Aprenda como conquistar qualquer mulher.

A atração tem uma equação. É simples, de primeiro grau. Mas, como toda fórmula matemática, ela precisa ser exercitada. O resultado? A mulher que você quiser. Quem garante é o inglês Adam Lyons, o professor de sedução número 1 do mundo, segundo revistas especializadas em PUAs (os pick-up artists, ou “artistas da pegação”). Adam, que viria ao Brasil no fim de outubro para ensinar suas técnicas de conquista em uma palestra organizada pela Prodigy Eventos, é conhecido em seu meio como AFC Adam. AFC significa “Average Frustrated Chump”, um cara que nunca se dá bem com as mulheres. Isso porque há cerca de três anos ele era um sujeito um tanto desastrado no trato com o sexo oposto. Até que começou a estudar técnicas de conquista, aperfeiçoou-se no negócio, virou um pegador, publicou livros, cobra até US$ 3 mil por pessoa por palestra – e ainda descolou uma baita gata para chamar de sua. Seu mote é: se deu certo para ele, vai dar para você também. Conheça sua técnica.

1. Conforto

Estabelecer conforto é uma forma de conquistar a confiança e fazer a moça sentir-se segura ao seu lado. Tudo começa na abordagem. Se você não tiver um amigo em comum que o apresente a ela (o que facilita muito), Adam sugere que se aproxime perguntando onde fica algum lugar específico, como um café. E justifique: “Diga que está procurando tal lugar para encontrar um amigo”, diz. Depois, siga os passos:

Faça-a falar sobre seus gostos. Se a abordagem for sobre o café, pergunte se ela conhece o local, se é bacana e o que ela indica para você tomar por lá. Aproveite a resposta dela para puxar papo, fazendo-a falar sobre ela e sobre coisas de que gosta.

Descubram coisas em comum. Lugares em que vocês moraram, países para onde viajaram, hobbies e até comidas favoritas servem.

Crie empatia. Entenda as experiências e os sentimentos dela. Para isso, durante o papo, lembre-se de um momento em que você teve a mesma emoção. E diga coisas como: “Eu sei exatamente o que está querendo dizer”.

Coloque emoção. Explique o que você sentiu ou estava pensando no momento em que algo aconteceu. “Não narre simplesmente os fatos.”

Use a linguagem corporal. Simule os movimentos que ela faz: o jeito de sentar, de mexer a cabeça ou as mãos e até o de segurar o copo. E, sempre, sempre: mantenha o contato visual. Nada de olhar para os lados ou para baixo.

2. Rapport (Sintonia)

AFC Adam diz que o segundo passo para a atração é quebrar o “rapport”, conceito de psicologia que significa estar em sintonia com o outro. A sacada do expert é que você tem que criar uma certa tensão. “É essencial para criar um sentimento de atração, já que o conforto sozinho transforma-se facilmente em amizade”, diz ele. “Sem conflito, não há atração.”

 

Faça ela rir. “Há muitas formas para isso. Eu gosto de falar sobre outras pessoas que estão no mesmo ambiente, especialmente quando tem algum cara abordando outras garotas e fazendo tudo errado”, conta o inglês. “Além de engraçado, isso mostra que ela poderia estar com um cara daqueles em vez de com um capaz de levar uma conversa divertida.”

 

Provoque-a. Duvide de algo que ela disse com um: “Tem certeza?” Faça isso sorrindo para não parecer rude. Outra forma é brincar com o lugar de onde ela veio, por exemplo. “Ah, você é gaúcha? Ouvi dizer que as garotas do Rio Grande do Sul são um problema!” A ideia é parecer divertido.

 

Discorde dela. Você a desafia intelectualmente. Espere apenas ela dizer algo com que você não concorde e, educadamente, mostre seus argumentos.

 

Faça insinuações sexuais. Antes, porém, perceba se ela não vai ficar ofendida. “Uma das formas mais simples é dizer algo assim: ‘Você sabia que fica muito sexy quando sorri desse jeito?’.”

 

 

3. Qualificação

É o estágio em que você vai mostrar suas qualidades e a parte mais delicada do processo todo. “Tome cuidado para não estragar todo o conforto que construiu”, avisa Adam Lyons.

 

Seja um pouco presunçoso. Assuma que você tem várias qualidades positivas com confiança - mas, principalmente, naturalidade. Se possível, mostre-as em vez de falar.

 

Faça ela investir em você. Boa forma de testar seu sucesso na interação. “Se a pessoa está gostando de você, vai oferecer uma bebida quando for pegar a dela ou vai oferecer uma cadeira quando quiser sentar.” Aceite tudo.

 

Force-a a provar que é boa para você. Faça perguntas dirigidas, mas não bobas, para que ela tenha que provar seu valor. Em vez de: “Como é seu trabalho?”, pergunte sobre sonhos, inspirações, desejos. Exemplo: “Qual o lugar mais incrível que você já esteve?”

Provoque-a com perguntas provocativas. Daquelas que começam com uma afirmação sobre seus gostos. Por exemplo: “Minhas últimas duas namoradas cozinhavam muito bem. Você gosta de cozinhar?” Se ela estiver na sua, vai se esforçar para mostrar que é boa nisso.

 

Mostre confiança. Desde na forma com que você anda e interage com os outros até no jeito com que fala. Para ganhar confiança, treine no dia a dia: fale com várias pessoas, puxe papo no elevador, não deixe uma conversa morrer.

 

4. Escalada sexual

A ideia é mesmo “escalar”, “subir” a interação. “É a hora de aproveitar o momento e levar a situação para onde você quiser: um beijo, um encontro”, diz o inglês.

 

Saia da frente dos outros. Algumas mulheres ficam desconfortáveis na frente das amigas. Chame-a, portanto, para irem a algum outro lugar, longe das vistas da turma. Pode ser o bar, a pista de dança, a varanda…

 

Elimine a barreira física. Dê um toque gentil no cotovelo dela para conduzi-la para outro lugar. Esbarre levemente em sua perna enquanto fala alguma coisa. Tudo muito natural.

 

Intensifique os toques. Se tudo estiver indo bem até agora, é hora de aprofundar a interação. Segure a mão dela quando falar. Enlace-a pela cintura para caminhar.

Faça o teste do beijo. Você estará pronto para este passo quando o papo estiver olhos nos olhos. “Você vai sentir uma leve tensão e deve ter um leve sorriso nos lábios”, diz Adam. Use a seguinte técnica: “Dê um abraço nela e um beijo na bochecha. Afaste-se, mas não solte o abraço e incline-se para dar um beijo na outra bochecha. Preste atenção no movimento da cabeça dela. Ela virou no sentindo oposto? Solte o abraço e comece novamente a escalada, desta vez aumentando o nível de conforto entre vocês”, diz. Se ela mover-se em direção a você, já sabe: não perca a oportunidade e beije-a. Na boca, claro.

Fonte: Vip